Gostou? então compartilhe nosso blog e divulgue nosso trabalho!

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Banda de música de Croatá - Ce


A iniciativa de criar uma banda de música em Croatá partiu do Sr. Francisco Leunam Gomes, primeiro Secretário de Educação de Croatá. (Na época a cultura era vinculada à Secretaria de Educação). Recém emancipado no dia 3 de maio de 1988, Croatá precisava fazer brotar a cultura do seio do seu povo e fazê-la se manifestar. No ano de 1989, a convite do primeiro prefeito Sr. José Antonio Rodrigues de Aragão, chegou a Croatá o Sr. José Américo de Brito, da cidade de Carnaubal, com o intuito de ensinar música. Ele já havia fundado a banda de música daquela cidade e tinha experiência adquirida ao longo de sua carreira como músico. Zé Ferreira, como é conhecido, juntou pessoas interessadas em aprender música e iniciou as primeiras aulas de teoria musical. No ano de 1990, com a compra dos 15 instrumentos, iniciaram-se as atividades práticas. No ano de 1991, precisamente no dia 03 de maio, a banda fez a sua primeira apresentação pública, sendo esse dia um marco na história da banda. Na ocasião a banda executava algumas músicas como dobrados e valsas. Foi criada oficialmente na data de 06 de dezembro de 1993 através da Lei 084/93 e é reconhecida oficialmente como entidade de utilidade pública pelos relevantes serviços prestados ao povo croataense. Nesses mais de vinte anos a banda passou por várias formações e hoje (2011) é composta por 26 músicos. Silvério Oliveira é o único remanescente da época da fundação e hoje coordena a banda que passa por reformulação depois da saída de Zé Ferreira em março de 2011. Nessas várias formações nunca havia tido a participação feminina, o que ocorreu somente no ano de 2007 com a chegada de três adolescentes oriundas de um grupo de flauta denominado Doce Melodia, formado pelo projeto Vamos Fazer Arte criado por Silvério Oliveira. 

No repertório procura manter a linha de banda de música, enfatizando músicas próprias do seu estilo que é banda marcial, como dobrados, valsas e hinos, apesar de também executar peças populares. Já se apresentou em todas as cidades de região da Ibiapaba, nas cidades sertanejas próximas à Serra e no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. É mantida integralmente pela Prefeitura de Croatá através de convênio firmado com a Associação Musical Croataense, instituição criada para dar suporte legal, firmar convênios e realizar projetos culturais. A Prefeitura de Croatá fornece instrumentos, fardamentos, aluguel do local para ensaios e cursos de musicalização. Vinculada à Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto, a banda tem no seu calendário anual de apresentações, o carnaval, as festas de aniversário do município, festas religiosas da sede e dos distritos, retretas em praças públicas e eventos municipais ao longo do ano. Com essa ação de sustentabilidade ao realizar convênios com a Associação Musical Croataense, a prefeitura visa dar condições para que a banda esteja sempre em pleno funcionamento e mantenha as tradições culturais, além de contribuir na formação dos jovens participantes. Também ajuda na condição econômica das famílias pelo fato do integrante receber uma gratificação ao se tornar apto, e até mesmo antes disso, pois os iniciantes recebem bolsa-incentivo ao iniciarem as aulas práticas nos instrumentos. Ao participar da banda de música o jovem recebe orientações quanto a valores morais, sociais e patrióticos, e isso o ajuda na formação como cidadão consciente dos seus deveres, direitos e responsabilidades. Desperta ainda o interesse por uma cultura que acrescenta conhecimentos e possibilidades de profissionalização. Nas suas atividades a banda tem papel importante, com destaque para a inserção de crianças e adolescentes em aulas de musicalização, desempenhando sua função social com ensinamentos éticos e noções de dever, direito, justiça, equidade, amor à pátria, respeito às leis e às autoridades. Silvério Oliveira, Coordenador.
fonte: http://bandajotaviano.blogspot.com.br/